A melhor merenda escolar da Bahia

Com a oposição de Governador Mangabeira é assim. Se está dando certo, ela critica e inventa mentiras. Se ainda não funciona bem, em vez de apresentar propostas para melhorar o serviço, ela critica também. Estava demorando eles falarem mal da nossa MERENDA ESCOLAR, reconhecida por todos, daqui e de outras cidades, como a melhor e mais farta da Bahia. Mas diante do sucesso da EDUCAÇÃO de Mangabeira, que figura entre as 20 melhores do Estado, a fábrica de boatos está trabalhando a todo vapor. Vamos conhecer a merenda escolar que está tirando o sono da oposição.

MERENDA DE QUALIDADE E FEITA COM AMOR

São cerca de 5 mil refeições por dia, produzidas nas 26 cozinhas das escolas municipais de Governador Mangabeira. Todas preparadas para produzir alimentos de qualidade, segundo rigorosos padrões de higiene. Para isso dispõem de instalações adequadas e que passam por reformas e adequações constantes. Ao longo desses dois anos foram substituídos mais de 11 fogões e adquiridas geladeiras, liquidificadores, armários, utensílios e outros equipamentos, que passam por manutenções regulares. E todas as escolas possuem refeitórios mobiliados com mesas, bancos ou cadeiras.

A Secretaria de Educação entende que educação não se faz apenas com aulas e livros, por isso investe para fazer a melhor merenda escolar da Bahia. Os cardápios mensais são elaborados cuidadosamente por duas nutricionistas, segundo normas da Organização Mundial de Saúde. Elas também acompanham todas as etapas da produção, desde a supervisão das compras, distribuição e armazenagem dos produtos, preparo das refeições, até o momento em que são servidas. Cozinheiras e ajudantes trabalham com amor! Passam por reciclagem e cursos de atualização profissional, recebem acompanhamento das nutricionistas e fizeram curso de qualificação em parceria com UFRB. O Conselho Municipal de Alimentação acompanha todas as ações.

COMIDA FARTA, AS CRIANÇAS REPETEM QUANTAS VEZES QUIZEREM

O Governo da Mudança investe cerca de 42 mil reais mensais em produtos fornecidos pela empresa contratada, que abastece mensalmente o depósito localizado na SEDUC. A partir das relações com as demandas de cada escola, os alimentos são levados para as unidades e armazenados nas despensas. Frutas, legumes, verduras e temperos são adquiridos em Mangabeira, beneficiando os agricultores familiares, em compras semanais através da Secretaria da Agricultura, que recebe a demanda de cada escola e prepara as embalagens para a Secretaria de Educação buscar. São fornecidos às segundas, para as escolas da SEDE, e na terça, para a zona rural. Carnes e frangos também são entregues por fornecedor exclusivo e armazenados nas escolas, em freezers e geladeiras. Não falta comida, não faltam temperos, verduras, frutas, legumes, carne, frango. Quem gosta repete o prato. Quantas vezes quiser.

TRABALHAR COM AMOR E COMPROMISSO, O SEGREDO DO SUCESSO!

Mas, se a merenda de Mangabeira tem toda essa qualidade e é apontada como a melhor da Bahia, por que a oposição critica tanto? A resposta é simples. É preciso entender que as críticas, no fundo, procuram esconder uma triste verdade. Durante os oito anos do governo anterior, a merenda escolar não foi prioridade, como a própria Educação nunca recebeu sua devida importância. A verdade é que faltava merenda e o que era servido nem se pode comparar com o que é oferecido hoje às nossas crianças, que tem na merenda escolar, muitas vezes, sua única refeição.

Tomem como exemplo a situação em que recebemos as escolas e as cozinhas da gestão anterior. Como de regra, o Governo da Mudança encontrou todas as cozinhas em péssimo estado. Todos os equipamentos sucateados e os refeitórios sem mobiliário – a maior parte das escolas sequer tinha refeitório e os alunos faziam as refeições em pé. Todas foram reformadas, equipadas e mobiliadas. Hoje dá gosto trabalhar numa cozinha que recuperamos, dá gosto estudar numa escola que reconstruímos e a merenda escolar é muito mais gostosa e farta. A melhor da Bahia!